IMPRENSA

Ao ser chamado de terrorista e comunista, Wellington Dias processa pianista Carla Ramos

Governador do Piauí tem processado jornalistas reiteradas vezes por não aceitar contestações

09/09/2021 17h18Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
66
Carla Ramos publicou vídeo crítico nas redes sociais
Carla Ramos publicou vídeo crítico nas redes sociais

A pianista Carla Ramos informou que mais uma vez está sendo processada judicialmente pelo governador do estado, Wellington Dias (PT). Isso acontece por conta de um vídeo que ela publicou em suas redes sociais em 29 de agosto do ano em curso, às 18h58min.

Na oportunidade, ela disse que Dias faz parte de uma facção criminosa, narcotraficante, o Foro de São Paulo. “Estou na porta do Palácio de Karnak, Teresina, Piauí, estado há mais de 20 anos governado pelo comunista/terrorista Wellington Dias. É aliado à China.” Chamou o governador ainda de ditador de araque e inimigo das liberdades. “Você tem todos os meios de comunicação nas mãos. Isso é prática terrorista. Quero ver se a imprensa do Piauí não vai cobrir o 7 de Setembro... eu quero ver onde a imprensa vai estar no dia da Independência.”

Carla Ramos disse ainda que as polícias Militar e Federal não são propriedade do governador. “A polícia tem que participar das manifestações e defender o povo das suas milícias (dele, governador), que o senhor tão bem sabe criar.” Ela dirigiu críticas ainda ao comandante da PM/PI, Lindomar Castilho. “Independência ou morte.”

Carla se mostra indignada com o processo. Ela foi processada em outras oportunidades pelo chefe do Executivo estadual. “Quer dizer que eles podem tudo? Mandaram pichar o muro da minha casa, não tem nada com eles. Mandaram pichar nossos cartazes do Dia da Independência. Não tem nada. Aí a gente diz uma coisa e é processada. Absurdo.”

_O processo

O processo de n° 0830868-83.2021.8.18.0140 deu entrada em 1° de setembro de 2021 e na mesma data foi concluso para decisão judicial. O governador Wellington Dias é representado pelo advogado Germano Tavares Pedrosa e Silva. Trata-se de Ação com pedido de Indenização e Retirada de Vídeo com Retratação de Carla Margarida Maria Bahuri Ramos.

O governador não aceita críticas. Ele tem processado e perseguido jornalistas reiteradamente. Alguns profissionais de imprensa foram demitidos das empresas em que trabalhavam a partir de compromissos firmados com o governo petista. Outros são impedidos de trabalhar, de exercer a própria profissão. Isso porque os empresários de comunicação não querem desagradar o governador do estado. (Toni Rodrigues)

Confira:

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias