ALFABETIZAÇÃO

Ex-candidato do PT recebe R$ 15,7 milhões em precatórios do Fundef

João Batista Honório é companheiro de partido do governador petista

29/12/2021 07h34Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
Fonte: Portal TV Piauí
517
Honório: velho companheiro do governador
Honório: velho companheiro do governador

O governo do estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação, está repassando valores de R$ 15,720 milhões ao Instituto Datacerto Eireli, visando a alfabetização de 12 mil pessoas. O contrato faz parte do Proaja (Pro-Educação), que seria um braço do Pro Piauí para alfabetização de jovens e adultos.

 

O Datacerto Eireli pertence ao servidor público aposentado João Batista Honório, que é filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores) há vários anos. Foi candidato a vereador pelo partido em 2016 e obteve 560 votos. Seu slogan era “Cidadania para Todos”. 

 

A empresa tem como finalidades a realização de pesquisas de mercado e de opinião pública e treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial. Nada consta sobre sobre alfabetização de jovens e adultos. Em contrapartida, João Batista Honório é companheiro de lutas sindicais do governador Wellington Dias de longas datas. Além de militarem no mesmo partido os dois têm se encontrado desde os anos 1990 para, supostamente, defender melhores condições aos trabalhadores, e transparência e honestidade no serviço público. Como se vê, muito desse discurso é apenas da boca para fora.

 

A cláusula segunda, do Objeto do Contrato, informa que: “Este Contrato tem por objeto a oferta de serviços educacionais consubstanciados na efetiva alfabetização de 12 mil estudantes beneficiários das bolsas estudos cuja concessão foi autorizada pela Lei Estadual 7.497, de 20 de abril de 2021, na forma estabelecida no ato de aprovação do Projeto de Implementação de Turma(s) Estadual(is) de Alfabetização.”

 

O Piauí é o segundo estado em nível nacional quanto ao número de analfabetos. Entre o público de 15 anos ou mais que não sabe ler um simples bilhete, a taxa de analfabetismo. é de 16,6%. Cada indivíduo matriculado no projeto receberá bolsa de R$ 1.310,00 como auxílio. O valor mensal é de R$ 109,16.

 

Os índices permanecem estáveis há pelo menos 16 anos, sem que o governo tenha adotado nenhuma providência no sentido de mudar esta realidade. Coincidentemente, o programa será executado durante o ano eleitoral, o que levanta suspeitas de que não tenha finalidade de alfabetização de jovens e adultos e sim de mera compra de votos, conforme noticiamos. Ademais, os valores empregados serão provenientes dos precatórios do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério), que foram repassados ao estado em 1° de julho de 2020. (Toni Rodrigues)

Veja o contrato aqui

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias