Senado Federal

Heinze comemora sanção da lei que vai garantir financiamento a produtores rurais

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) comemorou a sanção da Lei 14.336/2022, oriunda do PLN 1/2022, que abriu crédito suplementar para destravar rec...

12/05/2022 21h56
Por: Redação
Fonte: Agência Senado
17
O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) disse que o dinheiro vai beneficiar quem cultiva trigo e para o pagamento de máquinas agrícolas compradas em feiras e exposições - Roque de Sá/Agência Senado
O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) disse que o dinheiro vai beneficiar quem cultiva trigo e para o pagamento de máquinas agrícolas compradas em feiras e exposições - Roque de Sá/Agência Senado

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) comemorou a sanção da Lei 14.336/2022, oriunda do PLN 1/2022, que abriu crédito suplementar para destravar recursos que vão garantir o financiamento de produtores rurais de todo o país.

Segundo ele, serão R$ 867 milhões. No caso do Rio Grande do Sul, o dinheiro vai beneficiar quem cultiva trigo e para o pagamento de máquinas agrícolas compradas em feiras e exposições. Heinze lembrou que os suinocultores também serão atendidos pelos recursos, graças à resolução nº 5.017/2022, do Conselho Monetário Nacional.

— Isso também possibilitará aos suinocultores independentes que possam acessar essa linha de crédito. No momento de dificuldade por que passam os suinocultores, em função do alto preço do milho e dos insumos, esse financiamento no prazo de dois anos, vai ajudar os suinocultores brasileiros, independentes, que não são as grandes empresas — comemorou, em pronunciamento nesta quinta-feira (12).

Luis Carlos Heinze relatou ainda reunião com a direção da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para tratar de dois projetos que vão beneficiar o Rio Grande do Sul.

Um deles é o do porto Meridional. De acordo com o senador, a expectativa é que em três meses a Antaq, a Secretaria do Patrimônio da União e o Ibama deem a licença para que a empresa detentora do projeto possa atrair investidores.

— Beneficiará o litoral norte do Rio Grande do Sul, a Serra Gaúcha, a parte norte do estado. A região metropolitana e o Vale dos Calçados também são altamente beneficiados com esse segundo porto marítimo do Rio Grande do Sul — disse.

O segundo projeto tratado com a direção da Antaq é o referente à hidrovia que ligará a Lagoa Mirim, no norte e nordeste do Uruguai, ao sul e centro do Rio Grande do Sul. De acordo com Luis Carlos Heinze, quando a proposta for aprovada, será chamada a licitação da primeira hidrovia pedagiada do Brasil.

— Recursos da ordem de US$ 15 milhões a US$20 milhões. Não é um projeto caro, mas terá uma repercussão tremenda para o Uruguai e o Rio Grande do Sul — informou.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Teresina - PI
Atualizado às 20h30
28°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 22°
32°

Sensação

9.8 km/h

Vento

84%

Umidade

Fonte: Climatempo
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias