Domingo, 25 de Outubro de 2020
86 99979-7842
Política SALÁRIOS

Servidores da Saúde, no Piauí, enfrentam 16 anos de atraso

Salários voltaram a atrasar; sindicato denuncia que, no momento, funcionários estão sem receber há 2 meses

24/09/2020 08h33 Atualizada há 1 mês
47
Por: Redação
Na Maternidade, atraso afeta médicos e enfermeiros (Foto/Reprodução)
Na Maternidade, atraso afeta médicos e enfermeiros (Foto/Reprodução)

Os servidores da saúde, no Estado do Piauí, enfrentam 16 anos de atrasos em seus salários. Hoje, estão em greve anunciando que desde agosto não recebem vencimentos. Essa é uma realidade que desde 2004, segundo ano do GovernO Wellington Dias, atinge a maior parte da categoria.

Naquele ano, em março, os funcionários do setor paralisaram suas atividades para protestar contra atrasos de dois meses. Estavam sem receber janeiro e fevereiro e iriam entrar para o terceiro mês.

Um servidor fala ao repórter para dizer que tinha voltado para a residência de sua mãe porque não tinha dinheiro para bancar o aluguel nem para bancar as despesas familiares. Enfatizou que não tinha filhos e isso amenizava um pouco a situação. Estava vivendo temporariamente na residência da mãe. 

O então presidente do Sindicato, Bartolomeu Gaspar, disse que a situação era insustentável. O Governo não estava honrando compromissos com prestadores de serviços, que àquela altura recebiam vencimentos mensais de R$ 240.

Hoje, tanto tempo depois, a situação é praticamente a mesma, com a pequena diferença de alteração dos vencimentos em função da evolução da economia. Nos últimos dois anos as manifestações de repúdio ao Governo se multiplicam em função, principalmente, de atrasos salariais. Mas existe, ainda, a questão da estrutura de trabalho ofertada aos funcionários.

em 27 de setembro do ano passado, os médicos do Estado fizeram manifestação em protesto contra atraso de cinco meses em seus vencimentos. O Conselho Regional de Medicina informou que o atraso ocorria em 16 municípios e, juntamente com o Ministério Público, estava organizando uma ação judicial.

Os municípios afetados naquele momento eram os seguintes:

* Teresina; Alto Longá; Barras; Caridade do Piauí; Elesbão veloso; Floriano; Guadalupe; Inhuma; Miguel Alves; Picos; Piripiri; Regeneração; São Miguel do Tapuio; São Raimundo Nonato; Simplício Mendes e Uruçuí.

A médica Miriam Parente, membro do Conselho Regional de Medicina, do Piauí, disse na ocasião que médicos estavam ameaçando deixar as atividades em hospitais do interior. Profissionais terceirizados da saúde da Maternidade Dona Evangelina Rosa e do Hospital Infantil também estavam com salários e anunciavam paralisação.

A 31 de outubro de 2019, a manchete era: "Funcionárias do hospital de Castelo do Piauí denunciam estar com 10 meses de salários atrasados." Funcionárias do Hospital Nilo Lima divulgaram um vídeo em que afirmaram estar com salários atrasados desde o ano de 2016 até 2019. Em 2019, teriam recebido apenas quatro meses.

É, de fato, uma longa e penosa história. No dia 20 de abril deste ano o Conselho Regional de Enfermagem divulgou Nota de Repúdio contra o Governo do Estado: "Desde o início do corrente (ano) os salários estão atrasados e, diante a situação, o COREN-PI oficiou formalmente o Governo do Estado do Piauí por sua Secretária de Saúde com vistas a regularização do pagamento dos salários, sem contudo receber qualquer manifestação de retorno."

Em 10 de junho, novo protesto: atraso nos salários. e agora, de novo, a mesma situação. Na manhã de 23 de setembro o Sindespi (Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí) denunciou que mais de 500 servidores do Estado do Piauí estão sem receber o salário referente ao mês de agosto, após problemas no novo sistema de folha de pagamento adotado pelo Governo. Diante das novas situações e alegações que surgem a cada denúncia, fica impossível imaginar uma solução para os servidores da área. (Toni Rodrigues)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 07h03 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 37°

28° Sensação
4 km/h Vento
84% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 38°

Sol e Chuva
Terça (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 37°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias