Domingo, 25 de Outubro de 2020
86 99979-7842
Política PRÓ-EDUCAÇÃO

Meta de alfabetizar 200 mil anunciada por Wellington é insuficiente

Segundo dados oficiais, Piauí é 2° Estado com maior índice de analfabetos, que somam cerca de 600 mil pessoas

24/09/2020 17h04
37
Por: Redação
Em foto posada, governador reúne assessores para anunciar plano insuficiente e inadequado para o momento
Em foto posada, governador reúne assessores para anunciar plano insuficiente e inadequado para o momento

Cercado de assessores, entre eles o secretário de Educação, Ellen Gera, e o superintendente Herbert Buenos Aires, o governador Wellington Dias (PT) anuncia um ambicioso plano de alfabetização a ser implementado nos próximos dois anos. Ele afirma que pretende trabalhar pela alfabetização de 200 mil jovens e adultos. “Temos um desafio de nos próximos dois anos alfabetizar mais de 200 mil piauienses maiores de 15 anos que ainda não são alfabetizados”, contou o secretário.

Na prática, o chefe do Executivo estimula uma série de reflexões sobre sua atuação frente ao Governo do Estado. Perto de completar 16 anos à frente da administração estadual, é curioso que ainda haja tanta gente a ser alfabetizada. É preocupante, ainda, que até o presente momento o Governo não tenha se preocupado com esse assunto tão importante para o desenvolvimento de qualquer comunidade. O plano será executado em dois anos. Curiosamente, é mais ou menos o que falta para o fim do atual mandato. Mas é também o tempo que falta para as eleições de 2022.

Chama atenção, ainda, o fato de que não é de hoje que os organismos nacionais alertam para a precária situação do piauiense no tocante à alfabetização. Somos o segundo estado com maior índice de analfabetos no Brasil, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ressalte-se que o Governo em seu noticiário incondizente tenta sempre empurrar para o terceiro lugar. Seria uma forma de galgar mais uma posição sem o devido mérito. É como querer entrar no céu à força. O governador anuncia alfabetizar 200 mil piauienses. O Piauí conta com cerca de 600 mil que não sabem ler ou escrever. E aqueles que sabem ler e escrever não conseguem interpretar um texto simples de apenas cinco linhas.

Muitas cabeças coroadas do PT passaram pela educação estadual, a começar pelo célebre sociólogo, professor universtário e escritor Antonio José Medeiros. Difícil entender como ele, um socialista jurássico, não tenha se apercebido, em momento anterior, dessa necessidade de fazer um grande programa de alfabetização. Logo em seguida foi a primeira-dama Rejane Dias, que frente ao cargo, assim como seu antecessor, conseguiu se eleger deputada federal, depois de passar uma breve temporada na Assembleia Legislativa.

Trocando em miúdos: nos governos de Wellington Dias, a Seduc sempre foi um trampolim para a Câmara Federal. Mas é preciso seguir adiante na análise - e na denúncia. Cada vez mais, diante do anúncio do governador, os órgãos de fiscalização e controle (Ministério Público estadual e federal, TCE/PI - Tribunal de Contas do Estado do Piauí, Controladoria Geral do Estado) devem ficar atentos. Esse informe pode esconder um outro propósito, evidenciado em programas anteriores de formação e qualificação de jovens e adultos.

Houve um tempo em que determinado governante anunciou por aqui um grandioso programa de alfabetização baseado no modelo cubano. Os alunos, de todas as idades, aprendiam em primeiro lugar a escrever o nome do governador e da primeira-dama. Antes mesmo de aprender a escrever os seus próprios nomes. E ainda recebiam uma pequena ajuda financeira pela qual ficavam eternamente gratos, até durar o tempo da próxima eleição. 

Para finalizar, o governador deveria chamar seus partidários na grande. Foram eles que coordenaram, durante os governos Lula e Dilma, programas de alfabetização. O nome era pomposo: Alfabetização Solidária. Houve quem trocasse o comando de empresa rentável na área da educação particular para coordenar esse tipo de projeto. Seria dedicação exclusiva e muita determinação para mudar. Como se vê, tudo era falácia. Como agora? (Toni Rodrigues)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 07h45 - Fonte: Climatempo
27°
Muitas nuvens

Mín. 24° Máx. 37°

29° Sensação
6 km/h Vento
79% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 38°

Sol e Chuva
Terça (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 37°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias