Domingo, 25 de Outubro de 2020
86 99979-7842
Política PCC

FÁBIO ABREU AGORA QUER DESTRUIR A PREFEITURA

Oficial/candidato acusa ex-secretário (também candidato) de ter transformado a Secretaria de Segurança em “balcão de negócios políticos” e ter entregue a capital para facções criminosas

30/09/2020 09h18 Atualizada há 4 semanas
578
Por: Redação
Major Diego afirma que município também tem papel no combate ao crime (Foto/Reprodução)
Major Diego afirma que município também tem papel no combate ao crime (Foto/Reprodução)

Com Fábio Abreu, Teresina se tornou refém de facções criminosas. A afirmação é do major Diego Melo, acrescentando que facções criminosas que antes controlavam Rio de Janeiro e São Paulo, ocupam a capital piauiense e praticam impunemente inúmeros crimes. 

“O Abreu destruiu a Secretaria de Segurança e agora que destruir a prefeitura de Teresina”, enfatizou.

Diego Melo concederá entrevista na condição de candidato a prefeito de Teresina nesta quinta-feira (01) ao Canal Toni Rodrigues Além da Notícia a partir de 7h (acesse aqui).

“Viramos reféns de facções criminosas como o PCC e o Comando Vermelho. Mas o pior é ver a pessoa que implantou esse estado de insegurança pública querer agora ser prefeito de Teresina. Completamente inadmissível. A segurança foi destruída. Não existe segurança para o povo de Teresina nem do Piauí. Acabou com o Ronda Cidadão, com o sistema de monitoramento eletrônico, que era o Guardião Eletrônico, acabou com o policiamento aéreo, que reforçava sobremaneira no combate ao crime”, disse Major Diego, que intensifica críticas ao ex-secretário e deputado federal Fábio Abreu (PL), candidato à prefeitura de Teresina.

Major Diego também disputa a chefia do Executivo teresinense pelo Patriota. No entanto, suas críticas vêm sendo feitas há vários anos.

“O Fábio Abreu nunca fez concurso para a Polícia Militar. O aumento do efetivo que era uma garantia dele nunca foi realizado. Torna-se apenas uma promessa. As emendas que ele apresenta como deputado atendem apenas a questões eleitoreiras, voltadas para o interior, que é onde se cabala votos”, disse o oficial/candidato, acrescentando que a segurança pública do estado precisaria de um choque de gestão que não foi realizado sob Abreu.

Segundo ele, Abreu elegeu-se deputado com apoio da comunidade policial militar, depois vendeu seu mandato para o governo do PT e virou as costas aos seus irmãos de farda e à própria comunidade piauiense, sobremaneira aqueles que o elegeram. “Além disso, ele nunca foi deputado de fato. Nunca fiscalizou, nunca propôs uma lei e quando esteve em Brasília foi para votar contra o impeachment da Dilma, contra a vontade do povo, que desejava o afastamento da então presidente”, disse Diego Melo.

Para ele, a SSP foi transformada num balcão de negócios políticos. Esse desinteresse pela segurança fez com que a criminalidade tomasse de conta e as facções criminosas se instalassem de maneira determinante nos bairros da periferia de Teresina. Diego Melo disse que diariamente ocorrem execuções na luta pelo controle do tráfico de drogas. “São execuções características, que mostram bem o perfil dos seus autores, elementos da criminalidade organizada, de grupos, de facções do Rio de Janeiro e de São Paulo, que estendem os seus tentáculos sobre a desprotegida sociedade teresinense piauiense”, acentuou o major.

Diego falou ainda que a partir de 2017 mais de 60 policiais militares foram vítimas de mortes violentas no Piauí. Isso corresponde a um policial morto todo mês.

O PAPEL DO MUNICÍPIO

O major afirmou que a prefeitura deve assumir seu papel no combate à violência. Segundo ele, essa história de que o estado é único responsável pelo setor não procede. “O artigo 144 da Constituição diz que é obrigação do estado, mas como poder público, e isso envolve todas as instâncias, município, estado e União”, complementou.

De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), mais de 10 homicídios por 100 mil habitantes significa uma epidemia. “Estamos vivendo uma epidemia de violência. Temos 38, 39 homicídios, reverter esses índices será nosso grande desafio”, acentuou o oficial da PM/PI. “Em Teresina, aproximadamente 400 pessoas são vítimas de homicídio ano. Queremos salvar mais de 300 vidas de Teresinenses ano, reduzindo os atuais índices para menos de 10 homicídios para 100 mil habitantes.” Segundo ele, a política implementada pelo ex-secretário de Segurança Fábio Abreu foi grande responsável. “Ele destruiu todos os equipamentos de segurança pública”, disse. “Vamos reduzir a taxa de homicídios para abaixo de 10 e preservar 30 vidas”, salientou.

PCC e Comando Vermelho chegaram em Teresina com a desestruturação do sistema de segurança. “A capital virou terreno fértil para esses grupos criminosos, que demarcam territórios na periferia e também infestam e controlam os presídios”, disse.

RECUPERAÇÃO DE EMPREGOS

Diego Melo disse que pretende economizar R$ 300 milhões por ano, para a municipalidade, a partir do seu plano de governo, que prevê incentivo aos pequenos produtores e apoio incondicional ao empreendedorismo. “Esse dinheiro poderá ser aplicado em áreas que apresentam necessidade emergente”, salientou.

Segundo ele, Teresina conta atualmente com 135 mil desempregados. A meta é recuperar 100 mil empregos em quatro anos. Ele também disse que pretende levar para a sala de aula cerca de 90 mil crianças que no momento estão excluídas do processo.

“Serão atraídas para escolas militares, existem duas em perspectiva pelo governo federal, também para escolas de tempo integral e vamos distribuir vouchers para aquelas crianças que não encontram respaldo na creches municipais.”

OUTRO LADO

Fábio Abreu se defende e afirma que não tem responsabilidade sobre o aumento dos índices de violência e criminalidade. Segundo ele, é preciso manter o jovem na escola para combater o crime. “Esse papel é da prefeitura”, disse ele. “Se o jovem está na escola não vai entrar para a criminalidade.”

Abreu também criticou Diego Melo. Ele disse que o oficial não tem condições de ser gestor porque não entende a realidade. “Segurança não é apenas colocar policiais nas ruas, não é só reprimir e prender”, pontuou.

MAIS ATAQUES

O conhecido Cabo Mota, que vem a ser um dos principais defensores de Fábio Abreu na SSP/PI, disse que Diego Melo nunca fez nada pela segurança. Viveu sempre à sombra do poder, em ambientes refrigerados e segurando malas de governadores. “Ele deve estar sentindo falta do passado de fartura e conforto”, disse. (Toni Rodrigues)

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 07h03 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 37°

28° Sensação
4 km/h Vento
84% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 38°

Sol e Chuva
Terça (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 37°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias